Página inicial

 Página inicial

 Álbum de Fotos

 Agapornis

 Calopsitas

 Papagaios

 Cuidados gerais

 Cortando asas e unhas

 Devo ter um pássaro?

 Direitos dos animais

 Plantas para pássaros

 Ecologia

 Mapa do site

 Histórias reais

 Aves no Antigo Egito

 Aves e a arte

 Aves de São Paulo

 Nossos mascotes

 Campanhas/Banners

 Links

 Nossos Artigos

 Matérias

 Ser Vegetariano

 Proteção Animal

 Escreva-nos!

Criando Papagaios, Calopsitas e Agapornis.
                                                       


Veterinários

Pássaros são muito diferentes de cães e gatos, portanto, encontre um veterinário especializado em aves.
Em São Paulo temos poucos, porém ótimos Veterinários especializados.
Pássaros devem ser examinados pelo menos uma vez por ano. Eu pessoalmente recomendo a Clínica Veterinária Fênix onde os pássaros são tratados com carinho e dedicação.



Atenção: sinais de perigo

ATENÇÃO: Esta matéria é apenas ilustrativa, e não deve ser utilizada como opção para evitar uma consulta ao Veterinário!

Pássaros geralmente escondem os sinais de doenças como prevenção na natureza, para não parecer pesa fácil, fraca. Um pássaro fraco é alvo de animais predadores. E quando você notar um sinal de doença, seu pássaro pode estar extremamente doente. E você terá de procurar um veterinário de aves com urgência.

Dois pássaros não se comportam da mesma maneira mesmo tendo a mesma doença. Por isso é muito importante que você “OLHE” seu pássaro SEMPRE! Pois a qualquer sinal de doença você notará rapidamente.

Perder peso – Um dos mais notáveis sinais é a perda de peso. Se tiver uma balança caseira em casa (de cozinha), pese sempre seu pássaro na mesma hora, de manhã ou à noite. Assim você pode monitorar a saúde de seu pássaro com precisão. Qualquer perda de 10% do peso pode ser algum sinal, sinta o osso do peito de seu pássaro, e se ele estiver palpável, em formato de “V”, corra para um veterinário. O peito da ave tem de ser roliço, nunca em formato de ponta (popularmente chamado de peito-seco).

Fezes – As fezes podem demonstrar claramente algum sinal de problema, elas consistem em três partes, uma pequena parte branca, uma parte verde e uma parte ligeiramente líquida (urina). Observe sempre as variações de cor, volume, consistência e quantidade. Use sempre um papel claro no fundo da gaiola para poder observar melhor. Mas, atenção, a alimentação do dia pode influir na cor das fezes, como, por exemplo, comer morango, mamão ou outra fruta colorida pode mudar as fezes daquele dia para tons amarelados ou amarronzados. Mas, esta cor não pode persistir! Se em 12 horas ele não comer coisas coloridas e a cor diferente continuar, leve-o a um veterinário.

Parte branca das fezes – Esta parte deve ser sempre branca, e em volume variável, a ausência da parte branca ou a alteração da cor é sinal de grave problema. Uma cor amarela pode ser sinal grave de problemas no fígado, rins, ou peritonite. Corra para um Veterinário.

Urina – Toda parte líquida é a urina, o volume varia um pouco, mas, grandes porções líquidas, podem ser um sinal de stress ou problemas digestivos. Pássaros que comem grandes porções de frutas podem ter tendência a ter fezes mais líquidas, mas é preciso observar e caso o excesso continue, um exame precisa ser feito.

Matéria fecal – È a parte sólida das fezes. A cor pode variar em vários tons de verde, ás vezes amarelo ou marrom (dependendo da alimentação do dia). Fezes avermelhadas ou quase negras são um sério sinal de problema! Verde extremamente claro pode ser sinal de psitacose e deve ser checado imediatamente. Rações podem fazer as fezes ficarem escurecidas, basta não dar por cerca de doze horas e verificar se houve mudança. Alimentos não digeridos ou sementes inteiras são outro sinal grave que requer consulta imediata. Fezes sem consistência alguma são consideradas diarréia que pode ter sido causada por bactérias ou fungos. Fezes muito secas são sinal de desidratação.

Perda de apetite – Uma acentuada perda de apetite é uma boa causa de preocupação. É freqüentemente difícil de determinar quanto seu pássaro está comendo e o quanto ele jogou no chão da gaiola. Porém, se um pássaro para completamente de comer ele está tendo algum problema muito sério e precisa de supervisão imediatamente.

Respiração ofegante – Respiração ofegante, difícil ou que ao respirar balance o rabo, e todo e qualquer sinal de respiração difícil é sinal de algum problema muito grave e requer  um veterinário com urgência.

Penas arrepiadas – Se seu pássaro está com um pezinho recolhido e penas arrepiadas, coloque-o em algum lugar bem quentinho, e se ainda assim ele continuar arrepiado, é sinal de que algum problema está ocorrendo.

Espirros e secreções – Se seu pássaro está espirrando pode ser apenas algum sinal de que ele está  com alergia de algum produto, ou poeira, mas, se estes espirros são contínuos e, além disso, existem secreções nasais, então o problema pode ser sério, pois, pássaros não ficam resfriados como nós, e se ficarem, podem ocorrer graves conseqüências.

Letargia – Inatividade pode ser causada por excesso de sono, seu pássaro não dorme bem em sua casa, tente coloca-lo em algum lugar silencioso e escuro após as 6 da tarde. Mas, se este não for o caso, e ele continuar parado, sem se movimentar, pode ser algum sinal de fratura ou algo ainda mais grave.

Plumagem – Penas estranhas, crescimento anormal, perda de penas (fora do período da “muda”) podem significar uma deficiência alimentar, uma deficiência de luz solar (cálcio) ou outros problemas que estejam afetando órgãos vitais como a terrível doença PBFD (psitacine beak and feather disease) que só poderá ser confirmada através de exames de laboratório feitos por um veterinário.

Bico – Crescimento anormal do bico, mudança de cor, ou quebradiço pode ser deficiência alimentar, algum machucado ou a doença mencionada acima PBFD. Consulte um veterinário no primeiro sinal de mudança do bico.

Mudança de vocalização -  Freqüentemente pássaros não vocalizam ou cantam (falam) de maneira diferente, fora da época da muda, é um sinal claro de preocupação.

Mudança de comportamento – Mudanças súbitas de comportamento podem ser causadas pela muda, por forte stress, maturidade sexual ou alguma doença. Qualquer mudança brusca deve ser investigada com urgência para determinar a causa

 
Arrancar penas e mutilação de dedos

É um problema comportamental que geralmente acomete pássaros judiados, assustados, estressados ou sozinhos em gaiolas sem receber nenhuma atenção. Este problema ocorre geralmente por um stress violento, com uma ave abandonada, maltratada, ou sem brinquedos.


ATENÇÃO!

Este é apenas um resumo dos problemas que podem ocorrer com seu pássaro, qualquer um destes sintomas, você deve correr para um bom Veterinário especializado, pois todos eles podem levar à morte!


NÃO TENHA UM PÁSSARO, A NÃO SER QUE VOCÊ POSSA ATENDER TODAS AS SUAS NECESSIDADES, INCLUSIVE UM VETERINÁRIO ESPECIALIZADO!

[ voltar ]


BIRDMANIA 1999-2008 - birdmania@uol.com.br