Página inicial

 Página inicial

 Álbum de Fotos

 Agapornis

 Calopsitas

 Papagaios

 Cuidados gerais

 Cortando asas e unhas

 Devo ter um pássaro?

 Direitos dos animais

 Plantas para pássaros

 Ecologia

 Mapa do site

 Histórias reais

 Aves no Antigo Egito

 Aves e a arte

 Aves de São Paulo

 Nossos mascotes

 Campanhas/Banners

 Links

 Nossos Artigos

 Matérias

 Ser Vegetariano

 Proteção Animal

 Escreva-nos!

Criando Papagaios, Calopsitas e Agapornis.
                                                       

Cortando as penas das asas

Guia “cosmético” de saúde:

Cortar as penas das asas deve ser feito principalmente para a própria segurança da ave.Para aqueles que não são felizardos de viverem livres na natureza ou em grandes aviários, é aconselhável que suas penas de vôo sejam aparadas para evitar sua fuga e posterior sofrimento da ave e do seu dono.

“Não há nada mais lindo que um pássaro voando livremente, nem nada mais terrível para um pássaro criado em cativeiro que perder o rumo de sua casa”.

Nem todos sabem como fazer isto, e podem assim machucá-los levando ao sangramento ou dores por muito tempo, além de uma falta de estética no corte que o fazem ficar com as asas feias.

Então, um bom corte de penas deve ser feito para manter seu pássaro saudável e também bonito. 

Por que cortar as penas? Para evitar que eles se percam ou se machuquem dentro de sua própria casa. Janelas de vidro, espelhos, ventiladores de teto ligados ou uma porta esquecida aberta podem acabar em tragédia. Cortando as penas, eles poderão voar de um lugar ao outro em vôos curtos sem o perigo de se machucarem ou escaparem sem querer.

 

Um pássaro até pode voltar, como já aconteceu comigo, mas ele precisa ter um parceiro que o chame de volta, caso contrário...

Minha experiência trágica foi quando uma pessoa de minha família estava limpando a gaiola de um casal de Agapornis no quintal (coisa que não deve ser feita, dê preferência à ambientes fechados) e meu Agapornis Kiko sem querer escapou e voou. Mas, felizmente, a fêmea parceira dele Kiwi o chamou de volta!

Devemos cortar apenas as penas de vôo como vemos na ilustração abaixo. Caso haja dúvida, melhor levar até um Veterinário de Aves. Pois, cortar errado pode sangrar ou até danificar a asa!

A primeira vez que for cortar as penas, corte apenas 5 a 6 penas de vôo, começando pela ponta da asa para dentro. No máximo corte 7 a 8 penas, se souber o que está fazendo. Não precisa cortar as 10 penas de vôo. Lembre-se que elas só crescerão novamente na próxima muda, ou seja, cerca de um ano. Alguns criadores gostam de deixar as duas primeiras penas intactas por motivos estéticos, pois, quando eles fecham as asas não dá para ver que foram cortadas, mas eu pessoalmente não aprovei, pois os meus pássaros continuavam voando bem, então, depende do pássaro e da força que ele tem.

Cortar apenas uma asa ou duas? Bem, existem controvérsias, alguns recomendam as duas, outros apenas uma. Eu particularmente corto as duas, assim não corro o risco dele voar, pois com as duas cortadas eles nem se arriscam a voar, apenas trocam de lugar sem tentar vôos arriscados. Já tive uma Calopsita que com apenas uma asa cortada voava muito bem.

Se uma pena nova se quebrar, vai ocorrer um sangramento monstruoso e se em alguns minutos não parar, você vai ter de arrancar totalmente a pena, sem sobrar nem um pedacinho. Não tem outra alternativa, e ele vai sofrer bastante.

Não entre em pânico, aguarde um pouco para ver se para, deixe-o calmo e parado, se ele não parar, apague a luz e aguarde um pouco, se não parar, vai ter de arrancar ou leva-lo até o Veterinário com urgência.

[ subir ]

[ voltar ]


BIRDMANIA 1999- 2008 - birdmania@uol.com.br